Featured project – Aleste Gaiden Cartridge (MSX Brasil Oficial)

Depois de um longo período de silêncio, devido a um período de muito trabalho não relacionado a coisas legais, finalmente retorno com novidades, principalmente porque apesar do blog estar um pouco silencioso não significa que trabalhos em background não estão sendo desenvolvidos, muito pelo contrário pois essas horas de silêncio significam que muita coisa legal está sendo feita 🙂

Vamos deixar as outras coisas legais para outros posts pois o objetivo desse post aqui é mostrar um cartucho desenvolvido por uma das maiores comunidades de MSX no Facebook, que é a MSX Brasil Oficial, comunidade essa onde sou um dos fundadores e também um dos moderadores.

O projeto se iniciou nas conversas entre Erwin Brasil, um dos fundadores e também um dos moderadores da MSX Brasil Oficial com o Sergio Augusto Vladisauskis um dos membros mais atuantes da comunidade MSX nacional. Após algum tempo o Sergio entrou em contato comigo perguntando sobre a compatibilidade de uma ROM do jogo para MSX2, Aleste Gaiden, que havia sido gerada pelo software do Vincent Van Dam, o DSK2ROM.

Um problema havia sido detectado no som FM da ROM gerada, quando executada nos MSX TurboR operando em modo R800, causando sons estranhos e modificando completamente a musica para ruídos nada agradáveis de se ouvir. Ao testar essa ROM em um dos meus MSX TurboR, naquele dia, eu não sabia que estaria entrando de maneira intensa no desenvolvimento desse projeto.

Após testar essa ROM e concluir que tínhamos um problema, chegamos a conclusão que estava relacionado ao modo R800 pois eu havia testado a mesma ROM no MSX TurboR mas em modo Z80, bootando a máquina pressionando a tecla 1 e tudo havia funcionado perfeitamente, então para corrigir isso deveríamos inserir uma rotina que chaveasse o funcionamento dessas máquinas para o modo Z80, na inicialização do jogo.

Como as notícias correm rápido demais em um ambiente comunitário forte e principalmente com muita gente boa interagindo entre si, então em poucos minutos um dos membros da comunidade MSX bem conhecido pelo seu alto conhecimento da plataforma MSX, o Julio Lemos, entrou em contato comigo já com uma ROM modificada para esse fim e como era de se esperar, essa ROM funcionou perfeitamente.

Apesar desse contratempo tudo caminhava muito bem e os cartuchos MegaFlashROM começavam a ser produzidos para que enfim a ROM pudesse ser gravada e entregue aos participantes patrocinadores do projeto. Mas o pior estava por vir e nesse momento mais uma vez o Sergio me informou que a ROM do Aleste Gaiden não funcionava nessa MegaFlashROM 512Kb, apesar de rodar muitos jogos MegaROM, incluindo MetalGear2 e Goonies ‘R’ Good Enough, ambos de 512Kb, de mesma capacidade da ROM do Aleste Gaiden.

Marcamos, eu, Sergio e sua noiva, Cristina Simões e também o Rogério Matte (MSX ARM) no Shopping Light no centro de São Paulo, onde o Sergio me levou uma versão dessa MegaFlashROM 512Kb, com todos os chips soquetados afim de que pudéssemos modificá-la, caso fosse necessário, mas olhando a descrição da MegaFlashROM na própria plaquinha, dizia MegaFlashROM Konami4, o que já indicava uma pista do “problemão” que teríamos que resolver.

Não dá apara avançar nas explicações sem antes falar sobre a…

…DSK2ROM

O projeto DSK2ROM apesar de ser excelente e complexo tem um conceito bastante simples, ele simplesmente adiciona uma DISKBIOS modificada para “enxergar” a mapper da MegaFlashROM como se fosse um disco, mas infelizmente a DSK2ROM não suporta mapper Konami4 e para chegar a essa conclusão eu havia iniciado um trabalho de desenvolvimento de um novo gravador de flash para a MegaFlashROM que seria o responsável de patchear o software e DISKBIOS corretamente para a mapper Konami4, desenvolvi então o DSK2FLASH e fiz alguns testes com o jogo Aleste 1, que também não funcionava nessa mesma MegaFlashROM Konami4, entretanto cheguei a conclusão que o trabalho em cima da DISKBIOS seria bem demorado e que se o pessoal concordasse eu começaria os trabalhos em cima disso, mas não seria algo imediato e levaria talvez alguns meses até que tudo estivesse concluído.

O pessoal do projeto concordou em esperar mais um tempo até que eu tivesse tudo concluído mas nesse momento o inesperado aconteceu novamente. Como as notícias correm rápido e até mesmo porque depois que expliquei tecnicamente, exatamente, o que precisaríamos fazer para ter o Aleste Gaiden rodando nessa MegaFlashROM K4, algumas horas após expor esse fato na lista dos participantes do projeto, eu recebi um email do Marcelo Zoffy que eu conheci naquele exato momento em que lia aquele email mas que já de entrada havia ganho minha apreciação, admiração e respeito.

No email ele me dizia que havia feito exatamente o que eu precisava, inclusive já tinha uma ROM do Aleste Gaiden preparada para rodar na MegaFlasgROM Konami4, mas que só havia testado em um OpenMSX e nunca em um MSX real, ROM essa que estava inclusa em anexo no email. Nem precisa dizer que testei essa ROM correndo em vários MSX, desde MSX2 importados, MSX TurboR e também no ZemmixNeo, todos funcionando 100% e de primeira.

Agradeci ao Marcelo Zoffy, prometi que enviaria um cartucho novinho para ele assim que o mesmo estivesse pronto, peguei a ROM enviada por ele reenviei ao Julio Lemos para que ele aplicasse a sua modificação que chaveia o modo de operação para Z80 nos MSX TurboR e em 1 semana já tínhamos tudo pronto para lançar os cartuchos.

Após tudo isso, o Sergio correu para produzir, testar e corrigir eventuais problemas nas plaquinhas de MegaFlashROM já com os cartuchos transparentes, bem como Erwin finalizou a arte dos adesivos que estampam a frente dos cartuchos do Aleste Gaiden, que podem ser apreciadas nas fotos abaixo 🙂

Me lembro que há uns 3 anos atrás eu lancei o concurso Pop!Dev, visando premiar o desenvolvimento de software para MegaRAM, na época, onde o prêmio seria justamente uma MegaRAM 2MB. Infelizmente não houveram participantes nesse concurso e o mesmo foi cancelado alguns meses depois.

Felizmente ao participar de iniciativas como essa, onde membros da comunidade estão realmente focados em fazer algo acontecer, me faz repensar o relançamento do Pop!Dev novamente, sob outros moldes.

Posso afirmar que os vencedores do Pop!Dev do Aleste Gaiden, foram Marcelo Zoffy e Julio Lemos 🙂

Conforme prometido, tanto o Marcelo Zoffy, quanto o Julio Lemos, receberam 1 cartucho do Aleste Gaiden cada um deles pela grandiosa ajuda nesse projeto, pois sem eles talvez a ROM utilizada não fosse a do Aleste Gaiden, conforme pensado originalmente.

Agradeço também ao Sergio, que como um dos pais do projeto demonstrou uma grande capacidade e agilidade de “movimentação”, pois sabemos que em projetos desse tipo é necessário alguém com essa força em fazer a coisa acontecer, bem como ao Erwin pelas ideias e arte do cartucho e também a todos os que patrocinaram o projeto, sem vocês ele não teria acontecido nessa proporção em que aconteceu.

[]’s
PopolonY2k

Steve Kordek, “revolucionário” do Pinball, morre aos 100 anos.

Todos sabemos que o mundo, atualmente, passa por transformações culturais bruscas, sendo as principais relativas ao modelo antiquado, retrógrado, ditatorial, monopolista, falido e principalmente que não fomenta a inovação tecnológica e artística, sendo esse modelo patrocinado pelas gravadoras, estúdios de Cinema e recentemente redes de TV como a famigerada e antiquada rede Globo de televisão.

Rede Gloooobooo.....Funk ! (Quem viveu os anos 80 vai entender)

Em um mundo onde uma minoria retrógrada, monopolísta e nada inovadora começa a ameaçar cada vez mais as liberdades de quem pensa, tentando dirigi-los como se fossem uma manada de bois, os poucos inovadores de uma época de ouro da humanidade começam a deixar um grande espaço vazio.

No ano passado perdemos Dennis Ritchie, o “pai” de praticamente toda a base de software que temos hoje. Outro que também nos deixou bem cedo, foi Steve Jobs, que de fato não foi nem 1% do que foi Dennis Ritchie, porém era um grande empresário e conseguia transformar idéias de grandes criadores, como Steve Wozniak, em produtos para as massas, além de ser um exímio marketeiro e também um grande patrocinador da inovação tecnológica.

Dentre todas essas perdas, surge mais um nome, talvez desconhecido para a maioria dos brasileiros e quem sabe até de cidadãos de outros países quiçá até americanos, é Steve Kordek, que talvez seja melhor reconhecido quando citamos as máquinas de Pinball.

Steve Kordek - Pai das máquinas de Pinball modernas

Ahhhh…agora sim…principalmente porque descobrimos que se trata de alguém de grande importancia para a geração e história contemporânea !!! Pois bem, Steve Kordec é reconhecido principalmente por ter revolucionado as máquinas de Pinball a partir dos anos 40, praticamente redefinindo o formato dessas máquinas e as transformando no padrão que conhecemos atualmente.

A notícia de seu falecimento se tornou pública desde o dia 22, porém algumas informações são de que ele faleceu no ultimo dia 19 de fevereiro de 2012, aos 100 anos de idade. 🙁

Precisamos urgente de novos Steve’s & Dennis inovadores pois estamos perdendo a guerra da sobrevivencia para a banda burra do planeta (aka, gravadoras, estudios de cinema, redes de TV, Deputados, Senadores….).

[]’s
PopolonY2k

Referência na internet

Noticia original no New York Times
http://www.nytimes.com/2012/02/24/business/steve-kordek-innovator-of-pinball-game-dies-at-100.html?_r=1

Globo ganha ação na justiça e impede Google de exibir links nos resultados de busca.
http://portalimprensa.uol.com.br/noticias/brasil/47345/globo+ganha+acao+contra+google+site+tera+que+apagar+links+com+programacao+da+emissora

Rede Globo de Televisão (Wikipedia)
http://pt.wikipedia.org/wiki/Rede_Globo

Dennis Ritchie – RIP++
http://www.popolony2k.com.br/?p=1204

Steve Jobs (Wikipedia)
http://en.wikipedia.org/wiki/Steve_Jobs

Dennis Ritchie (Wikipedia)
http://en.wikipedia.org/wiki/Dennis_Ritchie

Steve Wozniak (Wikipedia)
http://en.wikipedia.org/wiki/Steve_Wozniak

Steve Kordek (Wikipedia)
http://en.wikipedia.org/wiki/Steve_Kordek

Pinball (Wikipedia)
http://en.wikipedia.org/wiki/Pinball

Vamos Jogar Brasil !!!!

No pŕoximo final de semana, 28 e 29 de janeiro, acontece no Rio de Janeiro o Joga Brasil, que é um evento voltado para a divulgação de jogos eletrônicos feitos por empresas nacionais.

Joga Brasil

Um ótimo evento para fomentar novos desenvolvimentos, entrar em contato com os players nacionais que já contam com algum tempo de experiência no mercado de desenvolvimento e venda de jogos, assistir as diversas palestras sobre assuntos como desenvolvimento de jogos, mercado e negócios e também sobre os resultados da industria nacional de jogos.

No site do Joga Brasil encontramos todas as informações sobre as mesas redondas e palestras que estão previstas para os dois dias do evento e o interessante sobre os palestrantes é que no dia 28 teremos a participação de um velho conhecido da comunidade MSX nacional, Renato Degiovani, autor de diversos jogos nacionais no formato adventure e também do aclamado software de manipulação gráfica, o Graphos III.

É uma pena que a maioria das palestras e mesas redondas acontecerão apenas no dia 28, entretanto se você conseguir marcar presença apenas no dia 29, com certeza participará de um evento pioneiro e único, até o momento, no mercado nacional. Abaixo o vídeo promocional do evento.

.

Vídeo promocional do evento Joga Brasil

Informações:

Joga Brasil 2012

28 e 29 de Janeiro, 2012

Av. Marechal Rondon 1460 – Riachuelo, Rio de Janeiro
Sáb. das 10 as 18hrs, Dom. das 10 as 17hrs – Entrada Gratuita!

[]’s
PopolonY2k

Referência na internet

Joga Brasil – Site oficial
http://www.jogabrasil.com.br/

Renato Degiovani – Wikipedia
http://pt.wikipedia.org/wiki/Renato_Degiovani

Graphos III
http://www.tilt.net/clip/bits04.htm

Penguin adventure online

Um post bem interessante que saiu no blog parceiro, MSXResources e que compartilho aqui, é sobre o lançamento do game Penguin Adventure online, que como muitos já devem imaginar, se trata de um remake do famoso game do MSX, Penguin Adventure.

O interessante dessa versão é que agora é possível jogar com mais de um jogador controlando, cada um, o seu Pentarou (ou Pentaro, ou Penta), o que dá uma outra dinâmica de competição ao game.

Segue abaixo o post original do MSXResources, que por sua vez segue o post original do excelente blog de Konamito.

A espera valeu a pena! O esforço de Kotai e sua equipe finalmente deu frutos, e o seu remake do Penguin Adventure já está disponível para download.

Para os desavisados, Penguin Adventure Online (que é o nome deste remake) possibilita jogar este clássico do MSX, remodelado no PC, utilizando uma conexão de rede num total de 8 jogadores simultâneos. Para isso é necessário instalar o jogo e registrar-se no Remakes Online. Assim você também poderá desfrutar desta grande aventura do Pentaro, em companhia de outros jogadores.

Link relacionado: Penguin Adventure Online.

Game On – Press space key to start

No mês passado eu havia anunciado sobre a exposição interativa que o MIS (Museu da arte e do som) estava promovendo em São Paulo Capital, denominada Game On.

Me lembro que no anuncio original, era claro que de terça até sexta o evento aconteceria de 12 às 20 horas, o que eu acreditava ser muito ruim, uma vez que geralmente as 18:00 o pessoal começa a sair do trabalho aqui na capital e isso causa um transtorno geral no transito, principalmente nessa região do museu da arte e do som e geralmente se leva entre 30 a 40 minutos para chegar no local, considerando que se está partindo da região central de São Paulo, ou seja, teríamos aproximadamente 1 hora e meia para “aproveitar” o evento, o que é pouco pela quantidade de material presente no museu.

Entretanto, acredito que pelas reclamações dos visitantes, o horário do evento foi estendido para as 21:00 horas também durante a semana, ou seja, temos 2 horas e meia para visitação, o que para mim é algo mais do que suficiente em uma visita onde se deseja conhecer uma pouco da história dos video-games e computadores em geral.

Como a maioria dos jovens vai para brincar nos video-games, então mesmo 2 horas e meia é pouco. :).

Vou postar abaixo algumas fotos que tirei no evento. Tem muito mais no meu álbum de fotos, que pode ser acessado a partir desse link aqui.

Para começar o passeio, não dá para não comentar que o MIS, fica em uma das ruas com a maior concentração de revenda de carros importados de São Paulo e ouso dizer que até do País.

Será impossível você não parar para ver a loja Lamborghini São Paulo, que é revendedora dos cobiçados carros da marca Lamborghini, na capital, foi exatamente o que fiz tirando umas fotos da Lamborghini Modelo Aventador LP700-4, que custa só 2 milhões de reais. Hummm…..é que no momento estou em busca de um fusca em bom estado senão eu até pensaria em comprar uma dessas…. :).

Segue uma foto frontal…..

Lamborghini LP700-4 - 2 milhões de reais

…..e mais uma traseira aqui.

Lamborghini LP 700-4 (traseira)

Algumas fotos extras dessa beleza aí acima podem ser vistas em meu album, nesse link.

Mas vamos ao que interessa que é o …..

Cartaz do Game On na entrada do MIS

O Game On, como já foi citado anteriormente, é um evento organizado pelo MIS aqui no Brasil, entretanto o país de origem do Game On é a Inglaterra e apesar de na década de 80 um computador inglês, o ZX Spectrum, ter dominado o mercado da computação pessoal e games naquele país, o evento no Brasil é bem eclético existindo uma boa diversidade de consoles e computadores pessoais, a começar na entrada onde logo podemos apreciar uma réplica do DEC PDP-1, cuja foto dos engenheiros da Digital Equipment (DEC) pode ser vista, onde eles jogam um game chamado SpaceWar desenvolvido pela Atari para o PDP-1.

SpaceWar, 1962 - by Atari for PDP-1

Réplica da CPU do DEC PDP-1

Réplica do Teclado e monitor do DEC PDP-1 X.D

Engenheiros da DEC jogando SpaceWar no monitor de altissima resolução X.D

Ao lado do PDP-1 você encontra o Computer Space, que é reconhecido como o primeiro arcade da história, criado por Nolan Bushnell e Ted Dabney quando trabalhavam para a Nutting Associates, um pouco antes de deixar a empresa e fundar a Atari, Inc.

Computer Space

Ao contrário do PDP-1, que no evento do Game On era uma réplica, o Computer Space parecia ser original, entretanto não estava ligado para que pudéssemos ver o jogo em ação, por isso matei a minha curiosidade assistindo o vídeo abaixo no YouTube.

Computer Space Arcade Game – Nutting Associates, 1971

Ao assistir o vídeo acima posso dizer com certeza absoluta que se trata do ancestral do game, Asteroids, que fez muito sucesso posteriormente no Atari 2600.


Asteroids – Atari Inc. 1979

Entrando no centro nervoso do evento, somos recepcionados pelo game Pong (Atari 1979), sendo projetado na parede.

Pong - Atari, 1979 (Jogado pelo criador e mantenedor do projeto MSX TurboR ARM - Rogério Machado).

Seguido de perto do já citado anteriormente, Asteroids da Atari, lançado 8 anos depois de Nollan Bushnell ter sido despedido da Nutting Associates, após ter sido descoberto seu plano de fazer um clone do Computer Space, provavelmente o Asteroids.

Asteroids - Arcade da Atari, 1979 e descendente do Computer Space.

Outro clássico que não poderia ficar de fora é Galaga. Para quem não se lembra, ou sabe, Galaga é um daqueles games em que seu objetivo é atirar e destruir as naves inimigas para somar o maior número de pontos possível. Isso mesmo, sem nenhuma princesa para salvar, sem nenhum planeta para libertar, enfim…..jogar até enjoar…….o que não era muito dificil nesses jogos.

Galaga - Namco (Midway, USA)

Passando mais a frente encontramos à seção de consoles caseiros ………

Home consoles

…..onde algumas outras peças se tornaram bem familiares e outras foram reconhecidas apenas de ouvir falar, como é o caso do Magnavox Odyssey, conhecido nos EUA apenas como Odyssey.

O Odyssey é reconhecido como o primeiro console de video-game do mundo e segundo sua história, ele foi desenvolvido de 1966 a 1968 e seu protótipo ficou conhecido como The Brown Box, que estava presente no evento conforme foto abaixo.

The Brown Box (Pai do Magnavox Odyssey)

O interessante é que no Brasil o video-game Odyssey só apareceu no inicio da década de 80, fabricado pela Philips, também com o nome de Odyssey. Na realidade o video-game fabricado pela Philips se tratava da segunda versão do Odyssey, conhecida como Odyssey 2 nos EUA, também de propriedade da Magnavox nos EUA.

Me lembro que na época, la pelos anos 1982~1983, eu esperava ansiosamente pela chegada do revolucionário Odyssey 2 no Brasil….tsc, tsc, tsc, nem sabia que eu já possuía esse video-game revolucionário em minhas mãos :).

Odyssey 2 (No Brasil apenas Odyssey)

Nos EUA, o primeiro e histórico Odyssey era esse da imagem abaixo.

Magnavox Odyssey - O primeiro video-game do mundo

Infelizmente o evento não tinha um console do Odyssey 2 disponível para apreciação :(.

Claro que não poderia faltar o video-game, que ficou marcado como o primeiro maior sucesso de vendas no mundo, sendo reconhecido como o console que criou a industria de games moderna. Sim, estou falando do Atari 2600.

Atari 2600 - O pai da industria de games moderna

O Atari 2600 dispensa apresentações e comentários, apenas vale ressaltar que no Brasil esse video-game foi fabricado pela Polyvox, uma empresa do grupo Gradiente, conforme pode ser lido no site da comunidade Atari brasileira.

Outra curiosidade é que o Atari usava o mesmo processador de 8 bits do Nintendo Famicom (NES) e também do Apple II, o MOS 6502.

Na verdade o Atari usava uma versão mais barata do MOS 6502, conhecida como MOS 6507, porém o core era basicamente o mesmo.

Talvez propositalmente, os organizadores do Game On deixaram o Atari, o Nintendo Famicon (NES) e o Commodore 64, próximos na exposição, pois todos esses consoles/computadores tem uma ligação quase que familiar, que é a presença do processador da MOS Technology e que na verdade é a própria Commodore Business Machines,  nada menos que a fabricante do Commodore 64.

Entre tantos video-games, temos um computador que fez muito sucesso na Inglaterra, seu País de origem, e inclusive fez um certo sucesso aqui no Brasil através de seu clone, o TK90X, estou falando do ZX Spectrum.

Em pensar que quase tive um desses na época, no lugar do MSX…….

ZX Spectrum e o clone brasileiro, o TK90X.

Na sequencia, conforme citei anteriormente no post do Atari 2600……

Nintendo Famicom (NES)

…o Nintendo Famicom, ou Nintendo Entretainment System, ou NES, que reconhecidamente tirou os video-games de sua maior crise existencial ocorrida no inicio dos anos 80, devido a perda de interesse do publico nos video-games de segunda geração, sendo o Famicom reconhecido como video-game de terceira geração, assim  como o Sega Master System.

Basicamente chegamos a sala de computadores pessoais da década de 80 e ninguém melhor para dar as boas vindas do que o Commodore 64, principalmente agora que pude presenciar o porque dele ter sido imbatível em vendas na década de 80, nos EUA e Canadá.

Commodore 64 - Ainda vou ter um !!!

Ao testá-lo com o jogo que ele estava rodando, percebi que o scroll horizontal dele é estupidamente rápido em comparação ao que conhecíamos em outras plataformas, incluindo o MSX.

Commodore 64 rodando DropZone

Isso sem contar o seu processador de áudio, o SID, que é reconhecido como o melhor entre os micros de 8 bits.

Infelizmente vivíamos em uma famigerada política nacional de informática, ou reserva de mercado de informática como ficou conhecida, fruto de um protecionismo governamental ridículo que impediu que computadores como o Commodore 64 chegassem a nosso País, sendo que esses mesmos computadores chegaram tranquilamente em nossos vizinhos, como a Argentina, por exemplo.

Agora que os tempos mudaram…….eu preciso desse micro urgentemente !!!  🙂 🙂 🙂 :).

Outro computador histórico, principalmente para nós MSXzeiros, é o SpectraVideo, que segundo o próprio Bill Gates foi utilizado como base para o padrão MSX.

SpectraVideo SVI-318

O próximo computador é um velho conhecido aqui no Brasil, não por ter sido popular por aqui mas sim porque desbancou o reinado do computador mais usado e cultuado em Terra Brasilis, o MSX. Apesar de ter desbancado o reinado do MSX, esse computador nunca chegou a reinar de fato por aqui e só serviu mesmo para fazer com que os PC’s se tornassem mainstream, pois muitos usuários, na época, saltaram do MSX direto para o PC, o que na verdade era inevitável de acontecer.

Estou falando do Commodore Amiga, que apesar de ter um ótimo hardware, no Brasil, não emplacou como nos EUA, Canadá e Europa.

Commodore Amiga

Outro que chegou ao Brasil de maneira não oficial e fez pouco sucesso, foi o Apple II que devido ao descaso da Apple Computer Inc., com sua mania de sempre ignorar o mercado não americano, deixou espaço para diversos clones nacionais, muitos deles, a maioria, senão todos, completamente ilegais e não licenciados pela Apple Computer Inc. americana.

Apple II

Aqui no Brasil tivemos a Unitron, Milmar, Appletronica (que não tem nada a ver com a Apple), Dismac, CCE, entre outros “fabricantes” do Apple II.

Bom, vou terminando por aqui e é claro que reservei o melhor para o final, onde não poderia faltar essa máquina que foi a responsável pelo nascimento de grandes franquias de jogos que se destacam até hoje, como é o caso da série Metal Gear e também pela entrada de muitos dos profissionais de hoje, no mundo de TI.

Estou falando do MSX, que para aqueles que não sabem é uma linha de computadores criada na década de 80, representada por um consórcio de empresas japonesas, juntamente com a Microsoft, para se estabelecer um padrão em hardware e software.

Uma das empresas desse consórcio foi a Sony, que fez muito sucesso com sua série de computadores MSX chamada HitBit. E é exatamente o micro da Sony, o HitBit 2+ modelo HB-F1XDJ que pode ser apreciado no Game On.

Sony MSX2+ HitBit HB-F1XDJ

Infelizmente o MSX 2+ da Sony não estava ligado para que os visitantes entendessem o porque do MSX ser o mais mágico dos computadores :).

Bom, existe muita coisa no evento da Game On a ser apreciada, principalmente quanto a consoles novos, diversos arcades que infelizmente não citei aqui, também existe uma seção que conta um pouco da história das produções musicais para jogos, citando alguns dos principais artistas reconhecidos nesse meio, sem contar os principais consoles atuais com seus excelente jogos, prontos para a diversão.

Enfim, vale a visita, mas a minha sugestão é que quando você pensar em visitar a Game On, vá com muito tempo pois realmente é um lugar para se passar o dia, principalmente jogando 🙂 🙂 :).

Segue abaixo o endereço do MIS e os horários.

‘Game On’
Término 08/01/2012.
Museu da Imagem e do Som (MIS)
Av. Europa, 158, Jardim Europa. 2117-4777
Terça a sexta, das 12 às 21h; dom., sáb. e feriados, das 11 às 21h
Ingressos: R$ 10 e R$5 (meia)
Livre

[]’s
PopolonY2k

Referência na internet

MIS – Museu da Imagem e do Som
http://www.mis-sp.org.br/

Lamborghini São Paulo
http://www.lamborghini-saopaulo.com/

Lamborghini (Wikipedia)
http://en.wikipedia.org/wiki/Lamborghini

Lamborghini Modelo Aventador LP700-4
http://pt.wikipedia.org/wiki/Lamborghini_Aventador

PopolonY2k’s Lamborghini LP700-4 album
http://picasaweb.google.com/112074901768594959236/LamborghiniSaoPauloModeloLamborghiniAventadorLP7004?locked=true#

PopolonY2k’s Game On 2011/2012 album
https://picasaweb.google.com/112074901768594959236/GameOn20112012#

ZX Spectrum
http://en.wikipedia.org/wiki/ZX_Spectrum

DEC PDP-1
http://en.wikipedia.org/wiki/PDP-1

Digital Equipment Corporation
http://en.wikipedia.org/wiki/Digital_Equipment_Corporation

SpaceWar (Wikipedia)
http://en.wikipedia.org/wiki/Spacewar!

Computer Space (Wikipedia)
http://en.wikipedia.org/wiki/Computer_Space

Arcade Games (Wikipedia)
http://en.wikipedia.org/wiki/Arcade_game

Nolan Bushnell (Wikipedia)
http://en.wikipedia.org/wiki/Nolan_Bushnell

Ted Dabney (Wikipedia)
http://en.wikipedia.org/wiki/Ted_Dabney

Nutting Associates (Wikipedia)
http://en.wikipedia.org/wiki/Nutting_Associates

Atari Inc. (Wikipedia)
http://en.wikipedia.org/wiki/Atari,_Inc.

Asteroids (Wikipedia)
http://en.wikipedia.org/wiki/Asteroids_%28video_game%29

Atari 2600 (Wikipedia)
http://en.wikipedia.org/wiki/Atari_2600

Pong (Wikipedia)
http://en.wikipedia.org/wiki/Pong

Galaga (Wikipedia)
http://en.wikipedia.org/wiki/Galaga

Magnavox Odyssey (Wikipedia)
http://en.wikipedia.org/wiki/Magnavox_Odyssey

Milmar Top System (Wikipedia)
http://pt.wikipedia.org/wiki/Top_System

Magnavox Odyssey 2 (Wikipedia)
http://en.wikipedia.org/wiki/Magnavox_Odyssey%C2%B2

Magnavox (Wikipedia)
http://en.wikipedia.org/wiki/Magnavox

Philips (Wikipedia)
http://en.wikipedia.org/wiki/Philips

Polyvox (Wikipedia)
http://pt.wikipedia.org/wiki/Polyvox

Gradiente (Wikipedia)
http://pt.wikipedia.org/wiki/Gradiente_%28empresa%29

A história do Atari no Brasil (Atari.com.br)
http://www.atari.com.br/historia/

Nintendo Famicom (NES) – Wikipedia
http://en.wikipedia.org/wiki/Nintendo_Entertainment_System

MOS 6502 (Wikipedia)
http://en.wikipedia.org/wiki/MOS_Technology_6502

MOS 6507 (Wikipedia)
http://en.wikipedia.org/wiki/MOS_Technology_6507

MOS Technology (Wikipedia)
http://en.wikipedia.org/wiki/MOS_Technology

Sega Master System (Wikipedia)
http://en.wikipedia.org/wiki/Sega_Master_System

TK90X (Wikipedia)
http://en.wikipedia.org/wiki/Tk90x

MSX (Wikipedia)
http://en.wikipedia.org/wiki/MSX

SID (MOS Technology) – Wikipedia
http://en.wikipedia.org/wiki/MOS_Technology_SID

Politica nacional de informática (Wikipedia)
http://pt.wikipedia.org/wiki/Pol%C3%ADtica_Nacional_de_Inform%C3%A1tica

SpectraVideo (Wikipedia)
http://en.wikipedia.org/wiki/Spectravideo

Commodore Amiga (Wikipedia)
http://en.wikipedia.org/wiki/Amiga

Apple II (Wikipedia)
http://en.wikipedia.org/wiki/Apple_II_series

Unitron Apple II (Wikipedia)
http://pt.wikipedia.org/wiki/Unitron_AP_II

CCE (Wikipedia)
http://pt.wikipedia.org/wiki/CCE

Apple Inc. (Wikipedia)
http://en.wikipedia.org/wiki/Apple_Inc.

Metal Gear (Wikipedia)
http://en.wikipedia.org/wiki/Metal_gear

Sony (Wikipedia)
http://en.wikipedia.org/wiki/Sony

Sony HitBit (Wikipedia)
http://en.wikipedia.org/wiki/HitBit

Sony HitBit (HB-F1XDJ)
http://www.1000bit.it/scheda.asp?id=1682

Microsoft Corp. (Wikipedia)
http://en.wikipedia.org/wiki/Microsoft_Corporation