O misterioso MSX Turbo R branco

Um dia desses eu estava lendo o site MSXResources e me deparei com um post bem interessante sobre um modelo de MSX Turbo R, branco, raríssimo,  principalmente porque sabemos que os Turbo R’s são cinza, em seu estado natural :).

A história sobre esse modelo é bem interessante e pode ser lida aqui no site do MSXResources. Repliquei abaixo o post original.

.

  Modelo da Semana: Turbo R Branco

 

Texto por Wolfgang Borrmann, postado originalmente no MSX Info Pages – traduzido para português pelo nosso site (MSXResources).

De 1988 a 1995, eu fiz parte do grupo de MSX CCT München (Munique). CCT München era um grupo ativo de MSX na Alemanha, que lidava com edição de vídeo e mais tarde com o MSX Turbo R. Quando o MSX Turbo R A1ST da Panasonic apareceu em 1990/1991 no mercado japonês, nós importamos vários deles para a Alemanha. Fomos persuadidos pela tecnologia do MSX Turbo R e nos tornamos entusiastas.

Entretanto, o Turbo R tinha um grande problema: ele era um computador japonês: 110V de tensão (a tensão padrão na Alemanha é 220V), formato de vídeo NTSC, manuais e software em japonês.

Logo o computador não era apropriado para os usuários de MSX na Alemanha. E os novos usuários de MSX eram muito importantes, já que o número de usuários de MSX na Alemanha diminuía rapidamente desde 1988, quando o último MSX alemão foi fabricado.

Um empresário de MSX nos pediu em 1991 para adaptarmos este computador para o mercado alemão:

  • O transformador teria que ser substituído, o que é algo caro, ou um conversor externo de 220v para 100V tera que ser usado;
  • Os caracteres especiais alemães teriam que ser carregados por software e o teclado teria que ter estas teclas definidas;
  • Manuais em alemão deveriam substituir os manuais japoneses;
  • Manuais em inglês deveriam substituir os manuais japoneses.
Turbo R Branco – teclado

Turbo R Branco – visão traseira

A conversão era possível, entretanto o custo era muito alto, e o projeto foi cancelado.

Apesar disso, eu adaptei dois destes computadores em 1991. Logo existem um Turbo R branco e Turno R azul com teclado padrão alemão.

Em 1991, nós apresentamos o Turbo R branco em algumas feiras (Augsburg, Munique, Neu-Ulm). As próximas duas figuras mostram o artigo na revista alemã MSX Contakt:

Perguntas e Respostas sobre o Turbo R Branco

P: Que tipo de Turbo R é este?
R: É basicamente um Panasonic MSX Turbo R A1ST com 512 KB RAM (não 256!).

P: Este MSX Turbo R tinha KANJI-ROM?
R: Sim, este é MSX Turbo R FS-A1ST normal.

P: A carcaça do computador foi pintada ou fabricada especificamente para ele?
R: A caixa foi pintada e envernizada (branco-mármore e transparente). O teclado teve os caracteres japoneses removidos e os caracteres alemães foram adicionados de acordo com o teclado padrão DIN. Por exemplo, o teclado padrão internacional tem o layout QWERTY, mas o alemão tem o layout QWERTZ, que foi o adotado. Os umlauts estão visíveis no teclado.

P: Os disquetes de software foram traduzidos para inglês?
R: Traduzimos apenas o que conseguimos. nenhum de nós conhecia japonês. Fizemos isso com base em testes, etc. Com a experiência adquirida nós traduzimos lentamente o software. Parte de nosso próprio software também foi utilizada. [N.T.: o inglês aqui está muito confuso, mas acho que é isto que o autor quis dizer]

P: Este computador tinha uma versão em inglês do MSX-View?
R: Nós tínhamos apenas a versão ST e quando o GT foi lançado, o projeto já havia sido cancelado. O MSX-View do GT foi traduzido para o inglês, mas não pelo nosso grupo.

P: Alguém ainda possui o dump da ROM desta máquina, ou os disquetes traduzidos?
R: A ROM é a original, nada nela foi alterado. O driver do teclado alemão é carregado por disco no MSX DOS 2.3 e se mantém na memória durante o uso. Não importa se você está no MSX-BASIC ou num programa, o suporte ao teclado alemão se mantém ativo.

P: Este computador tem saída PAL por vídeo composto?
R: Infelizmente, a conversão para PAL não foi realizada.

P: Este computador possuía Kanji-led?
R: Ele tinha um LED para KANJI.

P: Os nomes dos LEDs também foram traduzidos?
R: Ele possuía um overlay de plástico em inglês (POWER, CAPS, KANA, PAUSE, TURBO, FFD in USE), colorido. Ele tinha o mesmo design do original da Panasonic, e poderia ser trocado. Entretanto, o que aparece na foto é o original da Panasonic.

P: Existe um nome para a tecla ao lado esquerdo da barra de espaço?
R: A tecla não havia sido preparada ainda naquele momento.

Fonte: MSX Info Pages

.

Referência na internet

MSXResources
http://msxresources.wordpress.com

MSX Info Pages
http://gomsx.net/hansotten/index.php?page=msxwhiteturbor

RetroBirthday to you ….

Apesar de a humanidade viver um período de maior criação de toda sua existência, eu acredito cegamente que subutilizamos tudo o que temos, incluindo técnicas e tecnologias dos ultimos 50 anos e com isso acabamos por nos desfazer de coisas que são úteis apenas porque existe algo mais novo no mercado e dessa forma gastamos tempo no aprendizado de como utilizar o “novo” da mesma forma como faziamos no “velho“, e também desperdiçamos recursos financeiros e, indiretamente, recursos naturais.

Por esse motivo, e também para comemorar o primeiro ano de existência do blog PopolonY2k Rulezz, durante o segundo ano de vida do blog vou utilizar o tema Grassland 2.0.0 do WordPress, que exalta a economia e preservação dos recursos naturais da Terra, o que tem tudo a ver com Retrocomputing sob meu ponto de vista, uma vez que se você continuar utilizando ao máximo os recursos de sua tecnologia antiga, com certeza menos PC’s novos serão produzidos e menos o nosso planeta será agredido pelos males que essa cadeia de produção e consumo causam a ele.

Talvez você esteja achando que sou completamente maluco ao afirmar essas coisas….hummmmmm, talvez você não pense assim depois de saber que o WWF fez um relatório que demonstra que o poder de consumo do ser humano supera o poder de recuperação do planeta, conforme esse link aqui do site oficial do WWF.

WWF Logo

O que dizer do reconhecido site, The History of Stuff (A história das coisas) cujo famoso vídeo de Annie Leonard explica um pouco sobre o funcionamento do “sistema“. Segue abaixo o video em uma versão traduzida para o Português.

Por tudo isso, é certo dizer que a utilização e o desenvolvimento de novas utilidades para nossos MSX, Commodores, Ataris e outras tecnologias antigas é um potencial contribuinte para o desenvolvimento de um planeta sustentável :).

[]’s
PopolonY2k

Referência na internet

The History of Stuff
http://www.storyofstuff.com/

WWF Brasil
http://www.wwf.org.br/

Annie Leonard (Wikipedia)
http://en.wikipedia.org/wiki/Annie_Leonard

MSX Resources Rulezz !!!

Bom, eu tenho tentado dar uma revitalizada, da maneira que posso, no cenário de desenvolvimento de novos softwares para MSX, inclusive participando de projetos de games, escrevendo ferramentas de conversão de musicas MIDI para MSX, entre outras coisas que inclusive estão em fase de desenvolvimento super secreto 🙂

Entretanto é inevitável citar que nada disso teria importância senão houvesse uma divulgação sobre esses trabalhos, então o motivador para criar esse blog foi basicamente a quantidade de ideias e motivações que tenho para desenvolver material para MSX, hoje e nos próximos anos.

Nesse intervalo de tempo escrevi muita coisa original para o  blog e é esse o objetivo do mesmo, porém não dá para se fechar no seu mundo e ignorar o que está a sua volta, não visualizando excelentes fontes de informações que te ajudam a melhorar seu conhecimento e visão do “mundo“.

Bom, desde outubro desse ano venho acompanhando o blog MSX Resources, principalmente após seu anuncio na comunidade MSX Brasil no Orkut.

MSXResources - Detalhe na navinha Popolon no logo do site 🙂

Posso dizer que de imediato fiquei impressionado pela qualidade dos posts e também dos detalhes em cada parte do blog e para mim ficou claro que o autor era alguém sério e compromissado com o MSX.

Depois da primeira visita, nunca mais parei de prestigiar o site pois é muito bom.

Bem, para minha surpresa, no inicio dessa semana o autor do MSX Resources entrou em contato comigo e sugeriu uma parceria onde poderíamos compartilhar os posts já existentes entre os sites e até, em um futuro próximo, escrever posts conjuntos para publicação nos dois blogs.

Como a união faz a força, principalmente para uma comunidade, do MSX, cuja a tendência é sempre diminuir por não ser mais mainstream, abracei a parceria com muito entusiasmo e principalmente honrado por estar firmando uma parceria com um blog sério como o MSX Resources.

Então é com grande satisfação que anuncio que em breve teremos cross-postings e cada vez mais conteúdos compartilhados entre o PopolonY2k Rulezz e o MSX Resources.

[]’s
PopolonY2k

Referência na internet

MSXResources
http://msxresources.wordpress.com/

A História do MSX – SpectraVideo

Após o último post, fiz algumas consultas em busca de mais informações sobre a história do MSX para saber mais sobre a SpectraVideo, principalmente após assistir o vídeo sobre a História da Microsoft, onde a participação dessa empresa na criação do MSX não se mostra nada secundária ou irrelevante.

SpectraVideo Logo

Bom, após verificar que a SpectraVideo participou, juntamente com a Microsoft, da concepção do que viria a ser o MSX, procurei na internet mais informações sobre esse fato, que inclusive eu já conhecia por outros meios underground, cheguei ao site especializado em computadores SpectraVideo, www.samdal.com.

Esse site conta uma história bem interessante sobre a criação da SpectraVideo e também bem consistente sobre a participação da empresa na criação do padrão MSX.

Vale a pena conferir.

http://www.samdal.com/svhistory.htm

[]’s
PopolonY2k

A História da Microsoft

Não sou  nenhum pouco fã da Microsoft, entretanto devo admitir que o sua implementação da linguagem BASIC clássica para o MSX, dialeto conhecido como MSX-BASIC, é um dos melhores produtos originais da Microsoft.

Me lembro que na década de 80 a Microsoft, uma empresa jovem, ágil e ainda não tão poderosa como nos tempos atuais, tentava colar sua imagem a todas novas tendências mundiais, sendo comum a empresa se aproximar de todas as marcas que estavam “bombando” na época, foi assim com a IBM, Apple e o consórcio MSX.

Oportunamente, no início da década de 90, a empresa de Redmond se esforçou para não ter sua marca ligada à marcas concorrentes e principalmente à parte de sua história não tão bem sucedida e o MSX é reconhecidamente parte dessa história. Por anos a Microsoft ignorou a existência do MSX em sua história, talvez pela cultura americana de só exaltar o sucesso e esquecer os fracassos, mas a verdade é que hoje vivemos em um mundo cada vez mais globalizado onde cada vez mais a cultura local perde espaço a uma cultura global.

Um bom exemplo de que a história é mais forte do que o nosso desejo de apagar atos indesejados do passado  é uma excelente série que conta a história da Microsoft, desde seus primórdios e o principal de tudo, contado pela própria Microsoft em seu site Microsoft Developer Network (MSDN), que é reconhecida fonte de informações para desenvolvedores na plataforma Microsoft, principalmente Windows.

The History of Microsoft

O mais interessante ainda é que após anos se esquivando de parte de sua história, finalmente a Microsoft coloca o MSX como parte da mesma, inclusive citando um fato conhecido através de informações coletadas no mundo underground, de que o MSX foi uma ação conjunta entre a Microsoft, a fabricante de computadores SpectraVideo (SVI) e mais 4 outras empresas japonesas, isso segundo relato de Bill Gates no vídeo da série.

Outro ponto interessante é que nessa série, de 2009, o próprio Bill Gates conta detalhes esclarecedores até mesmo para os profundos conhecedores da história do MSX. Outra coisa bem legal é ver no vídeo diversas imagens de jogos de MSX, principalmente de MSX 2.0 e superiores, como Aleste, Treasure of Usas, Penguin Adventure, Hinotori, Ashguine, Zanac Ex, Metal Gear, entre outros.

Abaixo o vídeo que relata o ano de 1984 na história da empresa. Esse vídeo é de uma fonte no Youtube, pois o site da Microsoft só disponibiliza os vídeos se você tiver o famigerado Silverlight instalado o que não é o meu caso que uso Linux e também não deve ser o caso da maioria dos usuários  que usam Windows 🙂 🙂 🙂

The history of Microsoft (1984)

[]’s
PopolonY2k

Referência na internet

Microsoft Corp.
http://www.microsoft.com

IBM Corp.
http://www.ibm.com

Apple Inc.
http://www.apple.com/

MSX (Wikipedia)
http://en.wikipedia.org/wiki/MSX

Microsoft Redmond (Google Maps)
http://maps.google.com/maps/place?cid=118546500136700318&q=microsoft+redmond&hl=en&ie=UTF8&ll=47.700867,-122.193546&spn=0.000116,0.000172&t=m&z=13&vpsrc=0

Microsoft Developer Netword (MSDN)
http://msdn.microsoft.com

BASIC Language
http://en.wikipedia.org/wiki/BASIC

MSX-BASIC
http://en.wikipedia.org/wiki/MSX_BASIC

SpectraVideo  (SVI)
http://en.wikipedia.org/wiki/Spectravideo

The History of Microsoft
http://channel9.msdn.com/Series/History

Aleste
http://en.wikipedia.org/wiki/Aleste

Treasure of Usas
http://en.wikipedia.org/wiki/U%C5%9Fas

Penguin Adventure
http://en.wikipedia.org/wiki/Penguin_Adventure

Hinotori (Mangá)
http://en.wikipedia.org/wiki/Phoenix_%28manga%29

Ashguine
http://www.generation-msx.nl/msxdb/softwareinfo/883

ZanacEx
http://en.wikipedia.org/wiki/Zanac_EX

Metal Gear
http://en.wikipedia.org/wiki/Metal_gear

%d bloggers like this: